sexta-feira, 22 de maio de 2009

A história que motiva faltar 21 dias...

A origem histórica mais aceita para o dia dos namorados, nos EUA "Valentine`s Day", vem da Roma Antiga, por volta do século III. A história conta que o imperador Cláudio II proibiu o casamento com o intuito de formar um forte exército, considerando que os jovens casados não queriam guerrear. No entanto, o padre Valentim desafiou a ordem do imperador continuando a realizar os casamentos em segredo. Descoberto a transgressão o padre foi condenado a morte. Enquanto esteve preso aguardando o cumprimento da sentença apaixonou-se pela filha cega de seu carcereiro, que por milagre voltou a ver. O padre foi executado em 14 de fevereiro, data essa em que se comemora o dia dos namorados nos países do norte.
O padre, hoje considerado santo pela Igreja Católica, deixou uma carta de despedida a amada. Provavelmente a carta inspiradora dessa troca de cartões e presentes da contemporaneidade.
Infelizmente como muitas histórias, no Brasil houve uma desvirtuação. Acredita-se que a ideia tenha sido trazida pelo publicitário João Dória. O mês de junho pode ter sido escolhido por ser um mês de vendas baixas. E o dia por anteceder o dia de Santo Antônio, considerado santo casamenteiro. O certo é que hoje a importância é comercial, sendo considerada uma das datas de maior venda em todo o mundo (alguns citam até que só perde para o dia das mães, outros que perde para o Natal também).
Fica meu conselho de comemorar de uma maneira criativa, e não consumista! Ana* Kita

2 comentários:

  1. Sonho, idealização, desventura, amor não correspondido, tristeza, dor, morte!
    Ironicamente, gostei da história do padre...
    Fim trágico, com reticências para um futuro longo.
    O que virá amanhã?!

    ResponderExcluir
  2. Gilberto Tavares23 de maio de 2009 18:21

    Obrigado pelo conselho.

    ResponderExcluir