domingo, 29 de agosto de 2010

Poeminha sentimental: Angústia

uma angústia
quase ânsia
muito aguda
sem companhia

Ana Kita

6 comentários:

  1. é, solidão bem descrita por suas palavras.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Daniel! *-*
    Dessa vez bem compreendido. Seria a conversa antes disso? :P Ou fui menos subjetiva? Ou anda sentindo mais? haha
    Brincadeiras a parte, agradeço muito seu olhar sempre atento e afetuoso!

    Beijos!
    Ana

    ResponderExcluir
  3. Bom, quanto as suas perguntas, vamos
    esperar os próximos posts para serem respondidas
    HAHAHA
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. hahaha Esperemos então! :)

    Beijos!
    Ana

    ResponderExcluir
  5. E eu não disse? Ana de novo usando sua alquimia poética... E o próximo post não me surpreende, já tinha previsto (ou talvez deixado uma mensagem subliminar?).

    Vou dizer algo que será controverso a princípio, mas é assim que sou. Foi bom ter te encontrado assim angustiada. Não fosse isso, tantas idéias não teriam brotado, tanto do teu quanto do meu coração.

    ResponderExcluir
  6. Disse! ô, se disse! =D
    O engraçado é que nem acho controverso, Kawen! Penso que é assim mesmo, necessário.
    Muito obrigada, por tudo! *-*

    Beijos!
    Ana

    ResponderExcluir